VERALINDA MENEZES

VERALINDÁ MÉNEZES

É gaúcha, auditora, compositora, cantora, escritora, atriz e ativista social. Arrojada, Veralindá Ménezes é uma artista de vanguarda. Formada na PUC/RS, atuou como auditora-fiscal por mais de 30 anos e há 12 enveredou pelo caminho da literatura, do teatro e da música buscando provocar reflexões e promover transformações sociais a partir do universo infantil e, posteriormente, do universo adulto. É a idealizadora da Príncipes Negros Cultural, hoje tocada pelos seus filhos artistas Drayson Menezzes e Sol Menezzes, também integrantes do Coletivo Preto, que revoluciona a cena artística carioca. Em 2008 estreou como escritora com a primeira Princesa Negra dos contos de Fadas, “Princesa Violeta”, inspirada na imagem de sua filha a atriz Sheron Menezzes e em 2009 lançou o primeiro anjo negro da literatura brasileira em “Lilindda, em Minha amiga Rosinha”, inspirado em Sol Menezzes. Seus prêmios lhe incentivaram a continuar e hoje já conta com poesias e contos publicados em coletânea de autores gaúchos.

Com um toque bem-humorado, suas músicas discutem temas atuais como a estética feminina, a diversidade, a igualdade, o valor e o respeito aos idosos e temas infantis. Seus CDs “Experiências”, “Princesa Violeta”, “Hino da Igualdade” e “Princesa Guerreira” podem ser acessados através das plataformas digitais.