Marco Carvalho

Carioca, 67 anos, cartunista da geração Pasquim, escritor e compositor.

Iniciou sua vida profissional em agências de publicidade, tendo trabalhado em várias delas até voltar-se para o trabalho de opinião, na imprensa, onde publicou tiras, charges e cartuns. A vida de cartunista começou nos anos 70, no antigo semanário Pasquim, passando pelo Jornal do Brasil, O Dia e várias revistas.

Sua vivência profissional inclui também passagens pela Administração Pública, no Banco do Brasil, Funarte e Ministério Público do Rio.

Na literatura estreou em 2002 com “Feijoada no Paraíso”, prêmio da Biblioteca Nacional para obras em andamento, e que serviu de argumento para o filme “Besouro”, dirigido por João Daniel Tikhomiroff. Publicou também, em 2013, a novela “Uma ladeira para lugar nenhum”, além dos infantis “Era uma vez um ovo” e “A lua para principiantes” .
Vive, trabalha e flana pelas ruas do Rio de Janeiro, com incursões periódicas a Salvador e adjacências.