Kiusam Regina de Oliveira

Nascida em Santo André, grande São Paulo, fez lato-sensu em Metodologia do Ensino Superior. Na USP habilitou-se em Deficiência Intelectual. Trabalha como professora há mais de 25 anos, tendo dedicado grande parte deste período à Educação Especial e à formação de profissionais de Educação no município de Diadema/SP, implementando a lei 10.639/03. é professora na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

Aos 16 anos, teve seus primeiros conatos com a dança-afro, na Escola de Samba Unidos do Peruche. De 2000 a 2007 montou a “Corte dos Orixás” do Bloco Afro Ilu Obá de Min, em São Paulo e começou a ministrar a oficina Ará Ayó: Dançando e Cantando com os Orixás, em São Paulo e em todo o país. Também a partir daí, foi se aprofundando em danças-afro-brasileiras.

Por sete anos, foi bailarina e coreógrafa no show Tecnomacumba, de Rita Benneditto, dançando É d’Oxum e interpretando Oxum.

A partir de 2009, iniciou uma sequência de lançamentos literários, com grande repercussão nacional e internacional. Suas obras foram premiadas por diversas frentes, por exemplo: Prêmio ProAC Cultura Negra 2012 (O Mundo no Black Power de Tayó). Desde então e, após mudar-se para o Espírito Santo, Kiusam tem se dedicado as atividades acadêmicas, ações educacionais e humanitárias e desenvolve, quando possível, trabalhos voluntários engajados à lançamentos que levam seu nome, dando

continuidade à sua trajetória e importante relevância na luta pelos direitos humanos, através das questões de inclusão, diversidade, combate ao racismo, incentivo à leitura, etc.