Ruth Guimarães é a homenageada da FlinkSampa 2020

A 8ª edição da Flink Sampa, Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra, acontece nos dias 19 e 20 de novembro, integrando a programação da Virada da Consciência em comemoração à Semana da Consciência Negra.

Realizada este ano em um ambiente completamente digital, pela Universidade Zumbi dos Palmares e pela Associação Afrobrasileira de Desenvolvimento Sócio Cultural (Afrobras), a edição de 2020 traz como grande homenageada Ruth Guimarães.

A Flink apresenta como pano de fundo dos debates literários a trajetória da poetisa, romancista e cronista para celebrar o centenário desta “Mulher, negra, pobre e caipira – eis as minhas credenciais”, como ela própria descreveu em um discurso na Bienal Nestlé de Literatura, em 1983.

Formada em Filosofia pela Universidade de São Paulo (USP), Ruth foi a primeira escritora negra brasileira a obter projeção nacional, a partir do lançamento de seu primeiro livro: o romance “Água Funda”, em 1946. Por suas obras cheias de representatividade cultural e todo seu trabalho de resgate da linguagem bem brasileira, em 2008 (aos 88 anos, seis antes de sua morte), Ruth foi eleita para ocupar a cadeira número 22 da Academia Paulista de Letras.