Guiomar de Grammont e Uelingon Farias opinam sobre o primeiro dia da FlinkSampa

O escritor e crítico literário, Uelington Farias Alves, presente no auditório da Faculdade Zumbi dos Palmares durante a cerimônia de entrega do 4º Concurso “Prêmio Jovem Negro da Literatura” , ao opinar sobre esta 5ª edição da FlinkSampa foi bastante objetivo.

Segundo ele, esta edição da Flink avançou muito no sentido de levar a proposta inicial do festival para um público maior e mais interessado e conhecedor das questões que envolvem a cultura negra como um todo. “Também acredito que ao focar sua proposta na literatura, nos programas do livro de da leitura, o festival atinge cada vez mais os jovens afrodescendentes, e isso faz com que a criação da festa, deste evento, faça ainda mais sentido’, concluiu Alves.

A professora Guiomar de Grammont, uma das juradas da edição 2016 do ‘Prêmio Jovem Negro da Literatura’ e presente também nesta edição da festa, disse que a agora a FlinkSampa encontrou “o seu lugar”. Para Guiomar sua expectativa diante desta edição “está sendo mil vezes superada”. Ela também afirmou que agora a Flink alcançou sua maioridade e atingiu plenamente seu público