Foi com o pseudônimo L.C Montag que a jovem Larissa se inscreveu no Prêmio Jovem Negro da Literatura 2016 e foi a ganhadora com o romance “A Vida dos arco-íris de fogo’.

Larissa começou a gostar de ler durante a adolescência, através dos livros da saga ‘Harry Porter’, de J.K. Rowling, e não parou mais.

Foi a partir dali que ela começou a se interessar por outros escritores e também a escrever suas próprias histórias.

Primeiro vieram as letras de música, poesias e contos; depois ela começaria a escrever histórias mais longas e o romance apresentado para o Prêmio foi escrito em dois anos.

Segundo Larissa, hoje na sua lista de autores favoritos estão também autores contemporâneos como Douglas Adams, Stephen King e J.D. Salinger além de autores clássicos como Charles Dickens e Emily Brontë.

Atualmente com 20 anos, Larissa Montag aguarda ansiosa a publicação de seu primeiro livro e se diz orgulhosa e satisfeita por ter vencido o medo inicial e começado a escrever suas próprias histórias.